Siga-nos!
 siga-nos no twitter
Depois de 40 anos

Depois de 40 anos

Hilário Dick

Depois de 40 anos o horizonte que se engoliu, vai misturado de doçuras e poeiras;
Depois de 40 anos o horizonte fica sempre mais dentro e sempre mais longe.
40 anos são muitos caminhos, muitas curvas, muitas securas e muitos oásis.
A beleza é ajuntarmos as alegrias, as amizades de verdade,
As lágrimas misturando realizações e costumeiras frustrações.
Quanta festa nas curvas destes 40 anos!
Ler mais...
 
Somos Igreja Jovem
  Somos Igreja Jovem: 40 anos construindo a Civilização do Amor
O que a memória amou, ficou eterno (Adelia Prado).
Em 1973, 40 anos atrás, a Pastoral da Juventude dava sinais das suas primeiras articulações em nível nacional. Neste mesmo ano, aconteceu o 1º Encontro Nacional da Pastoral da Juventude, com o objetivo de reunir e partilhar experiências com grupos de jovens nas comunidades de várias regiões brasileiras, e, dessa forma, construir a Pastoral da Juventude do Brasil. E assim começa uma história de muitas lutas, utopias, amizades, formação e mística. Igreja, assessores, jovens protagonistas, que acreditavam e continuam acreditando no Projeto de Jesus, desde o início da caminhada da PJ têm a opção preferencial pelos jovens e pelos pobres e há 40 vêm construindo a Civilização do amor.
Ler mais...
 
Abrir caminhos para a juventude

Abrir caminhos para a juventude

José Lisboa Moreira de Oliveira

"Que a Campanha da Fraternidade que não se reduza a sensibilizar a juventude para fazer 'turismo' no Rio de Janeiro, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude. Uma Campanha que não fique apenas no oba-oba e no puro sentimentalismo, mas que seja capaz de se perguntar, com coragem e determinação, acerca do futuro da juventude no mundo e na Igreja", escreve José Lisboa Moreira de Oliveira, filósofo, teólogo e escritor.

Eis o artigo.

Pela segunda vez a Igreja Católica Romana no Brasil dedica a reflexão quaresmal da Campanha da Fraternidade à questão da juventude. Vinte e um anos atrás (1992) ela via a juventude como “caminho aberto”, ou seja, como potencial capaz de transformar o mundo, a humanidade e a própria Igreja. E isto é verdade, uma vez que na juventude encontram-se todas as possibilidades e esperanças. Os jovens e as jovens serão os construtores do futuro, aqueles e aquelas que irão estar à frente de tantas responsabilidades, tomando decisões importantes que podem melhorar ou piorar a vida do mundo e da Igreja.

Ler mais...
 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Próximo > Final >>

Resultados 29 - 32 de 51